sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

PERNAMBUCANO RECEBE HONRARIA DA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE DEFENSORES DE DIREITOS HUMANOS (OMDDH) NA CÂMARA DE VEREADORES DE NITERÓI / RJ

              

Sexta-feira próxima passada (08.12.17), a Organização Mundial dos Defensores de Direitos (OMDDH) e a Federação Brasileira de Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes (FEBLACA) realizaram o evento Libero Cultural em comemoração ao Dia do Voluntariado na Câmara de Vereadores de Niterói/RJ.

A tribuna composta por Dom Alexandre Camêlo Rurikovich Carvalho (Presidente da Federação Brasileira de Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes), Prof. Dr. Iguaci Luiz de Gouveia Filho (Presidente da Organização Mundial de Defensores de Direitos Humanos) e do Prof. Dr. Marcos Vinícius Macedo Virella (Historiador e Presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Niterói / RJ).

A solenidade iniciou com apresentação cultural de grupo escocês. Em seguida foram agraciadas personalidades diversas; acadêmicos de letras do estado de Santa Catarina,  oficiais militares da PMRJ, professores, advogados, artistas e gestores de ONGS de direitos humanos com comendas Doutor Honoris Causa em Direitos Humanos, Diplomata Ruy Barbosa e Moção de Aplausos e Louvor, entre outros.

O gestor da organização social – Escritório de Assistência à Cidadania Africana em PE (EACAPE), Altino Soares Mulungu, bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Recife (UFPE), pós-graduado em Diplomacia e Negócios Internacionais (Faculdade Damas), Ex-membro colaborador da CDIR da OAB/PE e Suplente de Conselheiro de Direitos Humanos de Recife, foi agraciado pelo Presidente da OMDDH, Prof. Dr. Iguaci Luiz de Gouveia Filho, com o título honorífico Doutor Honoris Causa em Direitos Humanos, comenda internacional Diplomata Ruy Barbosa e Moção de Aplausos e Louvor pelos relevantes serviços prestados humanitários de forma voluntária a família e aos menos favorecidos da sociedade no contexto do Brasil pela OMDDH.

O EACAPE é uma OSCIP com seis anos de existência, cuja missão institucional é promover e defender a grade de direitos fundamentais da imigração acadêmica e econômica. A entidade procura prover as demandas migratórias com a ausência de políticas públicas, por meio de parcerias, tais como IMIP (complexo hospitalar), DPU (PE), Sociedade Consular de PE, Comissão de Assuntos Internacionais da Assembléia Legislativa de PE, Neab (UFPE), Neabi (Unicap), Clínica de Direitos Humanos da Faculdade Damas, Uninabuco, Fundação Joaquim Nabuco, entre outros.




Nenhum comentário:

Postar um comentário