domingo, 5 de novembro de 2017

PROVIMENTO DAS DEMANDAS MIGRATÓRIAS AFRICANAS NA ÁREA DA SAÚDE PROMOVIDAS PELO INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL FERNANDO FIGUEIRA (IMIP)

Dr Alex Caminha. Amadou Toure, Tácia Menezes, Altino Mulungu e Júlio Rodrigues


Na sexta-feira próxima passada, 03/11/17, o Chefe de Gabinete da Superintendência do IMIP, Dr. Alex Caminha, recebeu a visita de Altino Soares Mulungu, Gestor do Escritório de Assistência à Cidadania Africana em PE (EACAPE), organização social que tem como missão institucional a promoção e defesa dos direitos fundamentais dos imigrantes acadêmicos e imigrantes econômicos no estado de Pernambuco; Amadou Toure, Conselheiro de Direitos Humanos de Recife e Vice-Presidente da Associação Senegalesa de PE, que congrega os senegaleses comerciantes informais no Recife e no interior de Pernambuco  e do Professor Julio Rodrigues (Guiné-Bissau), graduado em Ciências Econômicas pela UFPB, com mestrado em Administração e Desenvolvimento Rural pela UFRPE e doutorado em Estudos Estratégicos Internacionais pela UFRGS. O mesmo leciona na Faculdade Santa Helena e São Miguel em Recife. 

Na oportunidade agradecemos ao IMIP pelo penho e celeridade no atendimento das demandas migratórias africanas, quais sejam, senegalês e família (esposa e filho), haja vista o programa de Pré-natal, consultas e exames, bem como o atendimento das demandas dos universitários africanos de nacionalidade angolana, guineense, cabo-verdiana, moçambicana, principalmente para exames médicos quando da posse no  serviço público.

Dr. Alex Caminha ressaltou a recomendação do  fundador, Dr. Fernando Figueira, que mencionava a contribuição do povo africano na construção da identidade brasileira, a dívida impagável que temos para com África. O mesmo agradeceu nossa visita e renovou o compromisso do IMIP para com a saúde africana, com o direito fundamental da pessoa humana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário